sexta-feira, 13 de maio de 2011

O que pensar sobre a descriminalização da maconha no Brasil.

Muitas pessoas defendem a liberação da droga no Brasil levando em consideração países como por exemplo à Holanda tendo como referência  Amsterdã, mas a meu ver algumas pessoas tendem a fechar os olhos em relação a fatos relevantes como por exemplo:
-A dimensão territorial do Brasil atinge cerca de 8.600.000 Km², contendo cerca de 150 milhões de habitantes onde seu território ocupa cerca de 40% da América do Sul.
Em contra ponto a Holanda tem em sua dimensão territorial cerca de 41.000 Km², com uma média populacional de 15 milhões de habitantes.
Tendo em vista isto podemos analisar que mesmo liberando a droga continuaria sendo praticamente impossível ter um controle total sobre a entrada legal ou ilegal de drogas, pois o Brasil faz divisa com 10 países com baixa fiscalização entre as fronteiras e alguns deles servem como rota de tráfico ou até mesmo como produtores de narcóticos.
A fronteira Brasileira é muito extensa, e contando com poucos recursos torna-se quase inviável fiscalizar rotas clandestinas de entrada em nosso país.

Algo que podemos levar em consideração é que nosso país está em fase de crescimento gerando empregos, produzindo e exportando deste a agricultura em geral a área tecnológica contando com o seu PIB em expansão, mas somos um país emergente de terceiro mundo, estaria se antecipando para defender leis tão polêmicas, sendo que em um pequeno país de primeiro mundo, com maior partes de seus problemas solucionados como segurança publica, fiscalização ativa, educação e conscientização das pessoas, conseguiram dispor-se deste meio para legalizar o consumo controlado, fiscalizado e restrito desta droga em seu país.
Penso que antes de discutir leis em favor a liberação da maconha, deve-se tratar de assuntos mas relevantes como a saúde, a escola, a segurança publica, mas com certeza devemos privilegiar a educação, pois nenhum país alcançou o título de país de primeiro mundo sem investir muito em educação, tendo em vista que um povo democrático rico em conhecimentos, consegue avaliar melhor os governantes dignos para sua nação.

Agora um contra ponto que podemos pensar é que na maioria dos debates gera-se um ponto de vista em que a maconha  faz mal prejudicando os neurônios, mas se você analisar, nós vivemos em uma sociedade em que é normal o vício de fumar tabaco e ingerir bebidas alcoólicas, causando muito mais do que prejuízos aos neurônios, mas sim doenças causadas pelo cigarro e pelo álcool como enfisemas, cânceres,  tumores, infartos, entupimentos de artérias e veias causando amputações e necroses, derrame cerebral, impotência sexual, falência de órgãos, cirrose hepática, apodrecimento da arcada dentária, envelhecimento precoce, odores, suores insuportáveis, acidentes de trânsito por dirigir embriagado, dilacerações, amputações, deficiências físicas, doenças crônicas...

E quando você não somente se prejudica, causando danos muitas vezes irreversíveis a
terceiros como, um pai que fuma indiscriminadamente em sua casa tornando seus filhos fumantes passivos, causando-os câncer de pulmão futuramente, ou uma futura mãe que na gestação de seu filho fuma sem parar causando danos no feto, nascimento prematuro e morte. O marido alcoólatra que espanca sua família, o motorista alcoolizado que causa acidentes no transito com mortes,  brigas e assassinatos, discussões em bares....

Mas isto deveria ser levado ainda mais em consideração por nossos governantes gerando a proibição do consumo, como do álcool, pois nós que não bebemos ou não fumamos temos que pagar impostos, impostos estes que parte deles servirão para cobrir despesas com atropelamentos, acidentes, hospitais, indenizações, campanhas de conscientizações, fiscalizações, clinicas de reabilitação mantidas pelo governo ou pelo estado...
Mas como muitas pessoas acham o ato de fumar e beber como algo “moderno e bonito para interagir com a sociedade”, e com comerciais gerando carta branca para tais consumos, alimentando  uma industria muito poderosa e lucrativa, como exemplo divulga-se a falsa impressão que bebendo você ganha mulheres, é o gostosão do grupo e tudo vira festa! (Mas no final para amenizar fica o aviso: “se beber não dirija” ou “beba com moderação”), por outro lado quem fuma maconha é visto como pela a maioria da sociedade como o lado ruim da população, tendo em vista isto não gera interesse de grandes corporações em legalizar e vender tal “produto” pois a maioria da sociedade não aprova.

Agora vamos pensar se fosse legalizado isto no Brasil, e não tivesse leis claras, ou fiscalização suficiente para moderar locais de consumo ou fiscalizar usuários suspeitos em locais públicos:
-Imagina você indo para fazer uma cirurgia e descobre que meia hora antes seu médico fumou a droga!
Você está passeando com sua família e passa por um bar especializado no entorpecente e encontra pessoas que você conhece saindo de lá, como você reagiria?
Alguém colide em seu veiculo e ao verificar a pessoa está drogada, que medidas seriam tomadas?
Você está prestes a contratar um funcionário, e nos exames médicos é constatado a presença de substância entorpecente, e agora? Contratar ou não?

Obs: se você substituir os itens acima por bebida alcoólica, não chamaria muita atenção;

Realmente em algumas situações agente fica se perguntado como vai ser, e o que vai acontecer se de fato algum dia for regulamentado a lei a favor da maconha em nosso País.
Eu particularmente tenho como opinião contraria descriminalização da droga, pois acredito que desde o estado, e a maioria das pessoas não estão preparados para tal, e como vivemos em uma democracia também posso deixar bem clara a minha opinião, eu sou contra a liberação!

Você é a favor ou contra, por favor deixe sua opinião sobre o assunto...

Artigo escrito por Márcio, quintafeiradoze.blogspot.com
Alguma Postagem infringe direitos autorais, Fonte incorrta, Informe quintafeiradoze@hotmail.com

2 comentários :

Anônimo disse...

O que vai acontecer?
Temos exemplos de vários países que descriminalizaram a maconha, cada um com suas restrições: Portugal, Holanda, Espanha, Canadá, Rep. Tcheca, Inglaterra, Alemanha..

Anônimo disse...

a frase "desde o Estado e sua população" ambos nao estão preparados,entao sou contra e ponto final! medicamentos? há outras formas de se medicar, só ir em busca q a gente acha

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós!

Todos podem comentar.

Obrigado pela sua visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...