domingo, 14 de agosto de 2011

Alguns Provérbios


A bom entendedor, meia palavra basta.
A bom gato, bom rato.
A cada bacorinho vem o seu São Martinho.
A campo fraco lavrador forte.
A casamento e batizado não vás sem ser convidado.
A cavalo dado não se olham os dentes.
A César o que é de César, a Deus o que é de Deus.
A curiosidade não é um pecado, mas sim uma sede de saber.

Beleza não se põe a mesa.
Bem sabe o asno em que casa rosna.
Boa amizade segundo parentesco.
Boa companhia na estrada faz o caminho mais curto.
Bom vinho dispensa pregão.
Bons amigos são como sapatos velhos confortáveis. Eles se moldam à forma de seus pés.
Briga o mar com a praia, quem paga é o caranguejo.

Casa arrombada, tranca na porta.
Casa de ferreiro, espeto de pau.
Casa de ferreiro, espeto de salgueiro.
Casa de pais, escola de filhos.
Casa o filho quando quiseres, a filha quando puderes.
Casa onde não há pão, todos brigam e ninguém tem razão.
Casa onde não entra sol entra o médico.
Casa-te e verás: perdes o sono e mal dormirás.
Casarás, amansarás e te arrependerás.

Depois da batalha aparecem os valentes.
Depois da calma vem a tempestade.
Depois da meia noite, urubu vira frango.
Depois da noiva casada não lhe faltam pretendentes.
Depois da tempestade vem a bonança.
Depressa o texugo vai, depressa o texugo morre.
Descascar batatas é fácil, difícil é colocar a casca em seu devido lugar novamente.

Em boca fechada não entra mosca.
Em casa de ferreiro, espeto de pau.
Em casa de papudos, não falam os papos.
Em casa onde não há pão, até as migalhas vão.
Em caso de necessidade, casa a freira com o frade.
Em tempo de guerra, não se limpam armas.
Em tempo de guerra, qualquer buraco é trincheira.
Em terra de saci, calça jeans cabem dois.

Falem mal de mim, mas falem.
Fala-se no diabo e aparece-lhe o rabo.
Faz mais quem quer do que quem pode.
Fazer o bem sem olhar a quem.
Fé em Deus e pé na tábua.
Felizes são aqueles que encontram a sabedoria.
Feio é roubar e não poder carregar.
Ferro se malha enquanto está quente.
Fia-te na Virgem e não corras.

Ganhá-lo como um preto, gasta-lo como um fidalgo.
Gato escaldado de água fria tem medo.
Gato escaldado tem medo de água fria.
Generoso como ninguém é aquele que nada tem.
Grande gabador, pequeno fazedor.
Grande nau grande tormenta.
Grão a grão, enche a galinha ao papo.

Há uma luz no fim do túnel.
Haja fartura que a fome ninguém atura.
Hoje canto, amanha pranto.
Hoje com saúde, amanha no ataúde.
Hoje de festa, amanha de enterro.
Homem pequenino, ou velhaco ou bom dançarino.
Homem prevenido vale por dois.
Homem sem dinheiro é um violão sem cordas

Laranja madura na beira da estrada está azeda ou tem maribondo.
Lava mais água suja do que mulher asseada.
Leite de vaca não mata bezerro.
Lenha de figueira rica de fumo, fraca de madeira.
Ler e não entender é negligenciar.
Ler é saber.
Lobo Mais fácil acender uma vela que amaldiçoar a escuridão.

Mais fácil é o burro perguntar do que o sábio responder.
Mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no céu.
Mais vale burro vivo do que sábio morto.
Mais vale não dizer nada do que nada dizer.
Mais vale amigo na praça do que dinheiro da caixa.
Mais vale um cachorro amigo do que um amigo cachorro.
Mais vale um mau acordo do que uma boa demanda.

Quem não pode com o pote, não pega na rodilha.
Quem não sabe calar não sabe falar
Quem não tem cão, caça com gato.
Quem nasce pra mil réis nunca chega a tostão
Quem nunca comeu melado, quando come se lambuza.
Quem pariu Mateus que o embale
Quem tem boca vai a Roma
Quem tem burro e anda a pé, ainda mais burro é.
Quem tem telhado de vidro não joga pedra no vizinho.

Fonte, Matéria Completa:


Tópicos Relacionados:
.
Alguma Postagem infringe direitos autorais, Fonte incorrta, Informe quintafeiradoze@hotmail.com

0 comentários :

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós!

Todos podem comentar.

Obrigado pela sua visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...