quarta-feira, 22 de junho de 2011

Vovó faz sexo com um garoto de programa e acaba no hospital!

A matéria publicada no portal “DYO9” informa que duas pessoas deram entrada em um hospital com irritação na pele e descamação com queimaduras, até aí seria uma ocorrência normal, mas o que chamou a atenção foi que as lesões apresentavam-se nos órgãos sexuais de uma idosa de 72 anos, e um jovem de 28 anos.

A o entrevistar a doce senhora, ela narra a seguinte história, já recuperada do “acidente”, mas envergonhada com o fato, ela nos falou que, à meses recebia indesejados panfletos em sua caixa de correio divulgando serviços de “miches”, reclamara com o entregador e ele lhe respondeu que, de nada poderá fazer,  pois era  seu trabalho entregar tais anúncios.

Já viúva há dez anos, cansada da solidão, certa noite resolveu ler tal panfleto, tomou coragem e ligou para uma agência de “serviços” adultos marcando o encontro em sua casa, e ressaltou que a pessoa que comparecesse em sua residência deveria se passar por entregador de pizza’s para não chamar a atenção de olhos alheios.

 Empolgada a vovó preparou o quarto, acendeu algumas velas para o ambiente ficar um pouco escuro na tentativa de ocultar o peso da idade, e ao lado da cama, encima do criado mudo, deixou um gel lubrificante.

Ao chegar em sua casa a senhora descreveu o rapaz com “bonito e sedutor”, entusiasmada com o momento, foram direto para cama. Ela estava muito empolgada, apagou as velas e no escuro de seu ninho de amor começaram a trocar carícias, percebendo que estava na hora de usar o seu lubrificante, preferiu não ligar as luzes do quarto, tateou sobre a cômoda localizando o “gel lubrificante”.
Ela relata que de tão eufórica que estava espremeu o tubo com o produto nas “partes” de ambos, e deu inicio a relação.

Passados dois minutos começou a esquentar muito,  ela pensou que isto estava acontecendo porque há muitos anos não se relacionava com ninguém, mas o calor foi aumentando cada vez mais até chegar a sensação de queimação e ardência quando de repente o “embalo do amor” parou e os dois estavam grudados!

Quando acenderam a luz, o “garotão” reclamara de fortes dores e pediu a ela o que havia feito, respondeu que não sabia, mas ao olhar sobre a cômoda, havia se enganado, trocando o recipiente contendo o gel lubrificante por gel fixador de dentadura, (produto utilizado para fixar dentadura na parte superior da boca), ela relatou que os tamanhos dos recipientes eram idênticos, e no escuro acabou se confundindo.

Quando os para-médicos chegaram em sua residência se depararam com  a cena de duas pessoas presas em cópula, pediram para conduzi-los a ambulância e posteriormente ao hospital, mas a senhora recusou afirmando que a situação seria muito constrangedora para ela, e decidiu que teriam que resolver o ocorrido ali mesmo!

O primeiro procedimento adotado pelos para-médicos foi banhar as partes íntimas com água morna, em seguida pela descrição da vovó utilizaram algum composto oleoso massageando-os, cerca de 40 minutos conseguindo “desgrudar” o “casal”, ela afirmou que neste momento lágrimas rolaram de ambos os olhos, não de emoção, mas da intensidade da dor.
No hospital o médico disse a ela que devido à excitação do momento e o intenso movimento de fricção, ela não conseguiu notar de imediato o que realmente estava acontecendo, a vovó e o garotão tiveram que ficar de quarentena para a cicatrização total dos ferimentos.

Ela acredita que o ocorrido foi obra do falecido! Punindo-a pelo “adultério”, e disse que jamais voltará a trair o falecido!
.


.
Alguma Postagem infringe direitos autorais, Fonte incorrta, Informe quintafeiradoze@hotmail.com

1 comentários :

CELSO disse...

coitada da velhinha, teve que indenizar o jovem

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós!

Todos podem comentar.

Obrigado pela sua visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...